Óleo de cambio automático não precisa trocar? somente completa o nível? Será verdade?

Óleo de cambio automático não precisa trocar? somente completa o nível? Será verdade?

November 3, 2019

A Maioria dos consultores técnicos de concessionárias e alguns técnicos da área de reparação passam informações sem qualquer fundamento técnico sobre a necessidade de troca de óleo do câmbio automático. Geralmente informam que se deve trocar somente aos 100.000 km, outros dizem que “Óleo de cambio automático não se troca, somente completa”, e ainda há os que dizem que utilizam o Fluído ATF   “Long Life ou Life time “  que dispensa troca – certamente este fluido deve vir de Marte!

 

O principais Institutos de Pesquisas de Lubrificantes do Estados Unidos e Europa, demonstram que estas teorias não têm fundamento e beiram a irresponsabilidade. O óleo degradado pode afetar a longevidade dos câmbios automáticos com sérios e dispendiosos resultados. 

 

Posso afirmar que todos os câmbios, sem exceção, sejam eles de configuração CVT, DSG, DCT, DCTF, ou Automático convencional devem mandatoriamente ter o fluído trocado ao fim do terceiro ano de uso, onde comumente o automóvel estará com aproximadamente 45.000 km rodados e o fluído ainda com características químicas e físicas razoáveis apesar de já poderem apresentar degradação. Os fundamentos técnicos completos estão disponíveis em nosso site no Blog : QUANDO DEVO REALMENTE TROCAR O OLEO DO CAMBIO AUTOMATICO ?

 

Alguns Efeitos principais da degradação do óleo pelo tempo

 

Oxidação:  Este evento pode provocar elevação de temperatura de óleo e queima de aditivos bem como a formação de resinas, vernizes e lacas abrasivas.

 

Sedimentação: degradação dos aditivos do óleo. Alguns aditivos funcionam mantendo a fuligem em suspensão, no entanto, quando os aditivos se desgastam, a fuligem começará a aglomerar-se e irá eventualmente sedimentar-se no óleo, formando depósitos em superfícies metálicas e acumulando na parte inferior do cárter e filtro de óleo. 

Filtração:  O filtro de óleo com o tempo de uso irá congestionar com os aditivos antiespumantes e contaminantes, tais como a fuligem e a água. 

 

 

Indicadores do momento da necessidade de troca de óleo imediata.

 

- Superaquecimento do motor por qualquer razão;

- Sobrecarga do veículo por longo período;

- Atolamento em barro ou areia, ou tração de peso considerável acima da capacidade de carga do veículo;

- Contaminação do fluido com água;

- Uso prolongado em práticas esportivas.

- Utilização acima de 3 anos

 

Monitorar a eficiência do câmbio e a análise do óleo a cada 40.000 km pode ser usada para detectar falhas iminentes. Por vezes, os resultados da análise do óleo podem indicar o início de defeitos causados por congestionamento de filtros, restrições  em caixa de válvulas  Mecatronico, eletroválvulas e materiais de fricção.

Em qualquer destas circunstâncias procure a PRADOMATIC para coletar e examinar a amostra do fluído para um diagnostico sem compromisso.

 

 

f

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Óleo de cambio automático não precisa trocar? somente completa o nível? Será verdade?

November 3, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes