Câmbio automático perdeu a força e fica travado em terceira com alarme luminoso ativo no painel

Certamente, este é o sinal indicativo mais inconveniente que vez por outra surge do nada no painel de seu automóvel,

Os sinais luminosos amarelo, ou âmbar ativo no painel de instrumento, geralmente indicado por um ícone do motorzinho ou de um triângulo com uma exclamação no interior, representam que existe algum defeito de funcionamento ou pane eletrônico para motor e/ou cambio.


Uma das razões pela qual publico esta matéria é justamente para dar conhecimento de que qualquer pane de origem eletrônica gerenciada, ou defeito mecânico que seja monitorado por lógica eletrônica, que ocorrer no conjunto motor e cambio principalmente, irá sempre ativar esta mesma advertência luminosa.


Nos casos em que o carro acaba de passar por uma intervenção de mecânica ou eletrônica em qualquer um de seus sistemas, o evento de origem do defeito foi indicada pela ativação do sinal de emergencia, isto não impede que um outro evento qualquer diferente do ocorrido pode voltar ativar a luz indicadora de MODO DE EMERGENCIA exatamente com as mesmas características em que surgiu no defeito recém corrigido. Isto obviamente gera uma confusão com nexo de causalidade em que leva o usuário do automóvel a acreditar que o "CARRO ESTA IGUAL ANTES" simplesmente porque ativou o sinal luminoso de advertência.


A coisa não é bem assim. Mesmo que todos os serviços foram plenamente executados e atendidas criteriosamente todas as normas técnicas de procedimento , qualquer outro elemento entre em pane irá voltar a ativar a mesma luz indicativa de pane.


Temos que ter certo cuidado para não generalizar a questão. Vamos então aos esclarecimentos técnicos:


O sistema de gerenciamento eletrônico trabalha com lógica comparada comparando sinais e equacionando seus valores para executar comandos eletrônicos. Os valores captados pelos sensores irão compor elementos de equação lógica para determinar comandos eletrônicos de funções gerais para motor ou mudanças de marchas do cambio automático.


Esses valores são conjugados com parâmetros alocados sistema no E PROM do sistema. Acontece que o sistema, é dinâmico e não pode trabalhar com valores fixos, mas sim com variáveis para que o computador possa gerenciar o funcionamento do sistema para cada situação. Ocorre que, quando um sinal de sensor chega corrompido ao computador este irá procurar parâmetros compatíveis para combina-los e não encontrando um parâmetro que feche a equação o sistema não sabe como resolver a função. Neste caso o computador está programado para assumir um programa de emergencia provocando limitação de potência do motor ou suprimindo marchas do cambio automático. Quando em emergencia o carro poderá ter condições mínimas de "voltar para casa".




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2018 Pradomatic Câmbios Automáticos

Desenvolvimento: