Procedimento Tecnicamente correto para troca de Oleo do cambio Automát

TROCA DO ÓLEO DO CÂMBIO AUTOMÁTICO - Quando fazer ?

February 25, 2019

 

 

Qual é o intervalo de tempo para troca de óleo do Câmbio automático?

 

Geralmente, com mais dois anos de uso presume-se a degradação química do óleo. Por amostragem, vimos que as condições em que encontramos as partes internas dos câmbios que abrimos com longo tempo de uso acima de 3 anos sem troca de óleo apresentavam deformações na superfície dos  anéis de vedação e aspecto  visivelmente degradadas, ou seja : enrijecidos, com suas dimensões contraídas, deformados, provocando vazamento de pressão  hidráulica  e efeitos de  descalibramento do sistema.

 

Porque esse tempo de uso do óleo deve ser limitado ?

 

 O fluído é desenvolvido, além de outras, com uma gama de aditivos com propriedades de preservação dos componentes de borracha,superficies de contato de metal direto, coeficiente de friccnao para as embreagens, anti oxidastes,  etc . Portanto, estando degradado, deixará de preservar o sistema.

 

O que acontece se as trocas de óleo não ocorrerem no tempo adequado ?

 

Haverá a degradação do fluído,  o mesmo ocorrerá  com os vedantes do sistema hidráulico, o envernizamento do fluído e superfícies de atrito,  e ainda a descalibração do sistema de controle hidráulico e patinação de embreagens.

A estratégia das trocas de marchas são calibradas eletronicamente para eficiência e conforto da transmissão  automática e sustentado pelo sistema  hidráulico sob pressão controlada. Portanto, é impressindível a preservação dos materiais vedantes trocando óleo a cada 3 anos.

 

 

O que acontece quando o sistema hidráulico perde a calibração ?

 

Poderão ocorrer  alguns sintomas tais como: patinação, relutância, tranco nas mudanças de marchas ou inconsistências nas paradas (de lombada) ou partidas .

 

 

Quais são as consequências de PATINAÇÃO no cambio automático ?

 

No caso da patinação, as consequências são mais danosas. Consideramos que, ao patinar, as embreagens geram calor excessivo, envernizamento do fluído, desagregação dos aditivos que irão restringir a demanda nos filtros, carbonização da superfície de fricção e consequente liberação de material sólido carbonizado que  irá misturar-se ao fluído tornando o totalmente inadequado e abrasivo. Em consequência assume  aspecto escurecido, podendo  ainda causar congestionamento de filtros, engripamento de válvulas eletrônicas da caixa de controle hidráulico.

 

E se os sintomas já se manifestaram, adianta trocar óleo ?

 

Quando os sintomas já se manifestaram, dificilmente a troca de fluído irá resolver. No entanto com nosso sistema de FLUSHING,  executado com exclusivo equipamento próprio, técnicas de procedimentos e produtos químicos comprovadamente eficientes poderão restabelecer condiçnoes adequadas de funcionamento.

 

Em que consiste o tratamento com flushing?

 

O tratamento consiste em  aplicação  de produtos químicos  importados, os quais preparam a transmissão para a troca de 100% do fluído e ao final a adição aditivos recuperadores de elastomeros. Desta forma, em alguns casos já conseguimos reestabelecer o funcionamento adequado do cambio.

 

 

E finalmente, Como posso me precaver ?

 

Troque o fluído no limite de cada  três anos de uso,

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque